Não é a força de vontade, é a programação

Crenças são o porque de você fazer o que faz. E o de não fazer também.
Crenças dão permissão a seu comportamento.
Crenças são regras para sua vida.
Crenças, em outras palavras, são as bases da sua programação mental.

Você faz o que faz, e com isso obtém o resultado que obtém, porque está programado para isso.
Não é uma questão de força de vontade.
Não é uma questão de querer ou não querer.
É a programação.

Como uma máquina, você repete os padrões.

Às vezes, você sabe que é bom se exercitar, ter o tipo de alimentação considerada saudável, mas acaba fazendo exatamente o contrário.
Você promete a si mesmo que na próxima vez, você vai ouvir seu filho adolescente com paciência, mas, acaba discutindo com ele como sempre…
É sua programação. Você está programado para agir assim.

Seu programa contém várias instruções, como em qualquer programa de computador.

São regras que dizem: se isto acontecer, faça aquilo.
São regras que dizem: se ela falou uma determinada expressão, ela está querendo me humilhar.
São regras que dizem: se eu questionar meu pai, vou levar uma surra.
São regras que dizem: se ela sorriu para mim, significa que ela gosta de mim.
São regras que dizem: depois disto, faça aquilo.

Você tem uma coleção dessas regras.

Às vezes você quer algo, mas seu programa contém regras que dizem que você não pode querer isso.
Talvez tenha outra regra junto, que diz: “você foi menino malvado, e por isso não merece ter isso”.

Usar a força de vontade é brigar com seu programa.
E o programa sempre acaba vencendo, cedo ou tarde.

A não ser que você mude sua programação.
E você pode mudar sua programação.

Você pode eliminar, por exemplo, aquela regra que diz “se eu questionar meu pai, vou levar uma surra”.
Mesmo porque essa regra provavelmente era válida aos 4 anos de idade, mas hoje você não é mais aquela criança. Não precisa, nem é conveniente continuar agindo como uma criança de 4 anos.

Mas para isso você precisa mudar seu programa. Você precisa retirar aquela regra de sua programação.
Talvez queira inserir em seu lugar outra regra, como esta: “se algo que meu pai disser não combina com minha opinião, pergunto a ele como chegou a essa conclusão”.

Muitas dessas regras são úteis.
Afinal, as coisas boas que você conseguiu foram graças a sua programação.
Mas seu programa também contém imperfeições, que precisam ser corrigidas.
Contém regras inadequadas e/ou conflitantes com aquilo que você quer.

Se você quer algo há muito tempo mas nada muda, porque você não faz o que deveria e faz o que não deveria, então é sua programação.
Não é uma questão de preguiça, falta de força de vontade ou de inteligência.

Talvez você tenha algumas regras que dizem algo como “a vida é curta”,”se eu não aproveitar a vida vou me arrepender”, “aproveitar cada momento da vida significa buscar prazer imediato”.
E há muitas coisas importantes que não proporcianam o prazer imediato, mas se esperarmos algum tempo teremos o prazer em dose muito maior.

Quando você muda sua programação, você passa a agir de maneira diferente. Você passa a fazer sem dificuldades, coisas que antes não conseguia.

Identificar regras que estejam atrapalhando sua vida (essas regras, numa linguagem técnica, recebem o nome de crenças limitantes), removê-las e substiuí-las por outras regras mais atualizadas e úteis.
É assim que se muda sua proramação.

9 respostas para Não é a força de vontade, é a programação

  1. Bastante claro este texto de como acontece nosso processo de repetir comportamentos que não queremos. Esse é um bom tema para um curso bem específico.

  2. Silvana disse:

    Mizuji, que texto maravilhoso! Realmente esclarecedor!
    Faz muito sentido, muitas vezes queremos algo, mas tem algo impedindo de realizarmos,e esse algo são as nossas regras, muitas vezes, inconscientes, impedindo a realização,,,,

    Muito obrigada!!
    Silvana

  3. Andréa disse:

    Muito bom mesmo, isso explica o porque de não conseguirmos mudar nossas atitudes, explica o que na verdade está bloqueando as ações que tanto queremos por em prática…
    Obrigado Sr Mizuji!!!
    Andréa

  4. plantasmedicinais disse:

    Eu sei professor eu sei…tente mais…mais…rs

  5. dinheiroatual disse:

    Com a mente clara e objetiva focando nas metas, iremos atingir plenas realizações.

  6. Aurice disse:

    O dificil e se tornar hacker e quebrar o programa!

  7. francisco disse:

    Muito bom o artigo, mas é muito dificil mudar esta programação, se possível, em um outro post forneça mais dicas de como realizar estas mudanças.

  8. Thiago Rodrigues disse:

    Tenho a mesma dúvida apresentada anteriormente por outro leitor, já tinha noção de que as pessoas eram programadas e até gosto que elas sejam como algoritmos pq é muito mais fácil de lidar com elas desta forma, minha dúvida é, como mudar a programação? Essa parte, se existe no texto, não consegui perceber. Seria possível esclarecê-la? Preciso reprogramar algumas coisas em mim e evitar que outras pessoas reprogramem-se tbm.

  9. Olá Mizuji. Creio que temos uma programação inconsciente que nos faz agir e repetir as ações, mesmo já tendo experimentado o mesmo resultado. E creio que é através da consciência das nossas crenças que vamos mudar a programação; para mudar algumas das minhas usei o Eneagrama que talvez você conheça.

    Bom texto!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: